Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

Reencontrei-te do mesmo modo que um dia, há alguns anos atrás, te encontrei: por acaso, sem aviso, sem ser esperado, sem ter pensado. E, de um ponto de vista puramente egoista, posso dizer que foi bom: o meu coração não se apressou; as minhas mãos não começaram a tremer; pouco em mim te reconheceu dos duros(?) tempos de outrora.

"Pois, recebi a tua sms, mas estou sem saldo no telemóvel"... O telemóvel que nunca tinha saldo... Ou tinha, mas não para saber de mim. Mas já não importa. Foi bom saber de ti. Foi bom saber de mim e do que já não me provocas.

Doeu, mas passou.

Acho que agora podemos ser amigos.



publicado por AB às 18:05 | link do post | comentar | favorito

Definição: pessoa que fala muito e sem pensar.
mais sobre mim
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


posts recentes

5/2010

4/2010

3/2010

2/2010

1/2010

HOJE.

CONTINUANDO.

CANSEI-ME.

DIA 79.

DIA 76.

arquivos

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

blogs SAPO
subscrever feeds